EMAIL Conheça nossa loja virtual
TELEFONES
  • (49) 3221 2500
  • (49) 99982-4682
ENDEREÇO
  • Av. Pres. Vargas, 999
    Bairro Coral, Lages - SC
    CEP: 88508-110

Leia nosso blog

Categoria: iluminacao
10 de Março de 2020

Qual a diferença entre lustre e pendente?

Apesar de serem parecidos, os lustres são diferentes dos pendentes. Enquanto um possui a finalidade principal de iluminar o ambiente, o outro tem foco maior na decoração.

Veremos agora um pouco sobre esses dois tipos de luminárias, para assim chegarmos à conclusão que queremos.

Os lustres


Os lustres são necessariamente suspensos no teto, e normalmente possuem vários braços. Eles podem servir muito bem para deixar a iluminação mais funcional, mas sua maior finalidade é a decoração.

Depende muito do modelo que você escolher, as vezes tal modelo têm muitas lâmpadas e ilumina bastante, ou as vezes tal modelo é bem decorativo mas não ilumina muito.

Falando sobre tendências, hoje em dia, é muito comum que os lustres sejam mesclados. Um toque de modernidade com clássico deixa a decoração muito bela.

Os lustres são normalmente usados em halls de entrada, e salas de jantar ou estar, onde ocupam espaço em destaque.

Os pendentes


Os pendentes descem do teto por fios elétricos, ou em alguns casos, através de cabos. São muito charmosos, e compõem muito bem a decoração.

Diferente dos lustres, as luminárias pendentes não possuem braços, e podem receber lâmpadas para tornar a iluminação mais funcional.

Disponível em vários tamanhos e modelos, os pendentes podem ser utilizados em vários ambientes, e há versões desde os mais simples, até os mais os mais requintados.

E agora, lustre ou pendente?


Como todos sabemos, a iluminação é um ponto crucial na ambientação, visto que às vezes ela não recebe a atenção necessária por parte dos designers de interiores. Hoje em dia já existem arquitetos e decoradores especializados na área, são os chamados light designers.

Bom, para escolher luminárias entre lustres e pendentes, precisamos nos fazer algumas perguntas. Em qual contexto a peça será inserida? Será mesmo necessário usar lustre ou pendente? Ou então pode ser spot ou uma luminária mais simples?

De acordo com o espaço disponível, o estilo do ambiente, o efeito luminoso desejado, poderemos pensar no modelo mais apropriado.

Uma boa dica é ter cuidado com a proporção. A volumetria é muito importante nessa hora e muitas vezes vemos lustres por aí que são quase maiores que a mesa.

O mercado oferece uma variedade de modelos enorme, então pense primeiro em qual efeito você deseja: uma iluminação mais limpa, ou algo mais acolhedor? Um efeito cênico ou algo mais funcional? Pense nos detalhes e escolha de acordo com sua necessidade.

Quanto ao estilo, é preciso que as peças se comuniquem e o lustre ou pendente esteja como elemento da composição.

E uma dica infalível: Em caso de dúvidas, escolha peças neutras. Por hoje é isso, até mais!
Carrinho
0 Item(s)